Em respeito à vizinhança criativa que ele chama de lar, o The James New York apresenta os trabalhos de uma diversidade de artistas locais e internacionais, proeminentes e promissores. Trabalhando com a coletividade de artistas sem fim lucrativos baseada em Soho, Artists Space, o Curador de Arte Matt Jensen selecionou cuidadosamente nossos muitos parceiros de design e arte, que prepararam cada espaço e detalhe do hotel. Toda a sua experiência no James Hotel, desde a chegada até as paredes do dormitório, é uma jornada de luxo visual e cultural.

O The James New York se orgulha de dar suporte à nossa comunidade artística local. Estamos dedicados a estimular o talento artístico e dar apoio a artistas emergentes. O The James New York e o Moving Image parabenizam Jesse Flemming e seu vídeo excepcional “The Snail and the Razor” (O Caracol e a Lâmina de Barbear) pela vitória na competição Moving Image Art Fair.

ENTRADA

Uma peça exclusiva de arte pública o convida a entrar da rua para o The James New York. A instalação _QWERTY 5_ de Sarah Frost foi criada exclusivamente para o novo hotel e é composta por milhares de teclas de teclado reciclados usadas para cobrir a parede interior da sala de espera do The James, criando um efeito de mosaico. Cada tecla tem um histórico único e leva a marca de milhares de toques de incontáveis usuários.

O ELEVADOR DE VIDRO

O Elevador de Vidro único do The James New York leva os hóspedes ao Sky Lobby no segundo andar, onde o hotel hospeda uma recepção e check-in adicionais. O artista coreano Sun K. Kwak, identificado pelo Artists Space, criou uma peça exclusiva para o passeio inspirado pelo grande espaço dentro do qual ela foi criada. À medida que o elevador se move para cima e para baixo, uma imagem preta na parede branca do poço do elevador começará a se mover junto e aparecerá gradualmente andar a andar. A peça acabada será cheia de vida e energia e o espaço de exibição incomum permite aos visitantes um modo único para apreciar uma obra de arte.

SKY LOBBY

O elevador de vidro do The James New York o conduz ao The Sky Lobby, uma maravilha arquitetônica toda em vidro com vista para o jardim de esculturas vizinho. Nele, os hóspedes podem desfrutar de mobílias e interiores exclusivos, selecionados a mão por Cristina Grajales, cujos anos de experiência residencial respeitável a levaram a trabalhar com o entusiasta em arquitetura Brad Pitt e sua prole, bem como Helmut Lang, um dos olhares mais incríveis para arte e vanguarda.

CORREDORES

Cada um dos 14 corredores do hotel apresenta o trabalho de um artista dedicado por andar. Preparado pelo Curador de Arte Matt Jensen em parceria com a coletividade de artistas sem fins lucrativos de Soho, o Artists Space, o Corridor Arts Program (Programa de Artes do Corredor) incluir artistas emergentes com espaços de estúdio de trabalho na Cidade de Nova York. O programa, intitulado “Stand Here and Listen” (Fique Aqui e Ouça), reproduz os sinais que frequentemente aparecem nos destinos turísticos populares, onde os visitantes são encorajados a pararem e observarem as vistas e marcos.

NO QUARTO

Os hóspedes recebem números de quarto personalizados, caprichosamente projetados por John Paul Philippe. No quarto, enquanto isso, eles levarão algo da paisagem ao ar livre com telas particulares inspirada em natureza – encomendadas junto ao premiado artista holandês Sybrandy Nienke – que combinam forma e funcionalidade. Proporcionando privacidade entre o quarto e o banheiro, cada tela luminosa e iluminada apresenta os troncos de uma árvore estendida, habilmente construídas com código de computador.

[LESS]